Vício em Celular

O telefone celular se tornou uma ferramenta necessária para várias atividades em nosso dia a dia. Porém, quando o excesso de tecnologia começa a afetar negativamente a nossa vida e a nossa produtividades, pode ser um indicativo de vício em celular.

O uso exagerado da tecnologia é prejudicial à nossa vida. Muitas pessoas têm adoecido e deixado de aproveitar os melhores momentos da vida por conta do excesso de conectividade de tornando dependentes dos aparelhos celulares e smartphones.

O vício em celular é chamado de Nomofobia (do inglês no mobile phone phobia).

Segundo o médico psiquiatra Mario Louzã, é possível comparar o comportamento do vício em drogas com o vício em celular.

Em outras palavras, existe certa semelhança no padrão de atividade cerebral quando se compara uma pessoa viciada em drogas e de um viciado em celular.

Não é raro serem observados casos de crises de abstinência do celular, quando se realizam tratamentos para desintoxicação do uso de telefone celular

Comparativo: Vício em Celular e Vício em Drogas

O fato é que nós vivemos o tempo conectados ao celular quando estamos trabalhando, usando as redes sociais, estudando para concursos ou até mesmo jogando.

Pesquisas apontam que o brasileiro está cada vez mais refém do smartphone, sendo possível comparar o vício em celular ao vício em drogas.

O padrão comportamental de quem não deixa de usar o aparelho, é muito parecido com o das pessoas que usam entorpecentes. Existe o desejo intenso de buscar o fruto do desejo.

A abstinência (falta de contato) com o telefone pode causar irritabilidade, ansiedade e o uso contínuo aumenta cada vez mais a vontade do uso.

Pesquisa realizada pela consultoria Deloitte, chegou aos seguintes números

  • 95% dos entrevistados usam celular para acesso à internet. O smartphone supera o computador, que é utilizado somente por 64% dos entrevistados.
  • 60% usam o telefone para fins profissionais fora do horário de trabalho, ou seja, mais de 8h por dia.
  • 43% se distraem durante o horário de trabalho usando o celular
  • 30% têm problemas de sono por causa do uso do celular antes de ir dormir.
LEIA TAMBÉM  Os 12 inimigos da preparação para concursos (e como enfrentá-los)

A pesquisa constatou ainda que o isolamento social, sintoma normal apresentado pelas pessoas muito apegadas ao aparelho, foi acentuado devido à Pandemia do COVID-19.

Vício em Celular: Sintomas e Sinais 

O jornal Addictive Behaviors publicou uma pesquisa realizada por pesquisadores de várias cidades e universidades da Europa.

O estudo constatou que a dependência em smartphones pode gerar problemas no cérebro humano.

Foram analisados jovens entre 18 e 30 anos, separados em dois grupos: 

Um grupo de pessoas que declararam vício em celular e outro que não apresentava sintomas da dependência.

Foram realizados exames de ressonância magnética em ambos os grupos para analisar o tamanho do cérebro e o nível de atividade cerebral.

O resultado foi preocupante. Além das questões comportamentais alteradas, ocorreram alterações nas características físicas do cérebro por conta da dependência.

Os indivíduos viciados em celular tiveram diminuição no volume de massa cinzenta. 

Além disso, o estudo demonstrou que, quanto maior o vício, menor a atividade e o volume no córtex cingulado anterior direito, sintoma comum em pessoas que apresentam vício em substância entorpecentes.

Com isso, a pesquisa descartou a ideia de que os smartphones são aparelhos inofensivos à saúde humana.

Tratamento para Vício em Celular

Vício em Celular

Apesar de todas as vantagens que o telefone celular nos oferece, o uso em excesso dos aplicativos de redes sociais e de mensagens nos trazem uma exposição muito grande ao aparelho.

Por isso, é muito importante que você tenha controle no uso da tecnologia.

O vício em celular faz parte das chamadas “doenças digitais”, e elas têm se manifestado cada vez mais em nossa sociedade.

Esse tipo de dependência não tem idade. E, infelizmente, ele atua silenciosamente. Quando nos damos conta, já podemos estar sofrendo problemas graves.

LEIA TAMBÉM  8 técnicas de memorização para ajudar no estudo para concursos

Como evitar o vício?

Para não chegar a esse ponto, é importante encontrar um ponto de equilíbrio no uso da tecnologia.

Procure conviver mais com as pessoas nos ambientes que você esteja. Evite usar o celular em reuniões, jantares, encontros com amigos, nos momentos em família.

Isso inclui as idas ao cinema, visitas a amigos e parentes e outras atividades similares.

O convívio com a tecnologia é importante. Mas é possível fazer isso de forma não destrutiva.

Procure determinar horários específicos para checar as redes sociais, mensagens e checar e-mails.

Estudos comprovam que 96% das notificações que recebemos no telefone celular são inúteis. Por isso, silencie as notificações do celular. 

Acostume seus familiares e amigos a ligarem em caso de urgência ou para repassar informações importantes.

Aproveite o melhor de cada atividade e tenha uma vida mais equilibrada. Isso vai ajudar a aumentar também a sua produtividade em momentos importantes, como estudar e trabalhar.

Obviamente, casos extremos merecem atitudes extremas. Por isso, não exite em procurar ajuda profissional caso você perceba que o seu vício em celular atingiu níveis incontroláveis.

Reduzindo os efeitos do vício em celular

Antes de mais nada, é fundamental reconhecer que existe um problema.

Muitas vezes o tratamento exige um profissional da área de psicologia.

Obviamente, é imprescindível o uso correto do telefone celular, onde você o utiliza nos momentos em que exista uma necessidade real, e não um uso fútil.

Avalie se o uso do aparelho não está invadindo o espaço de tempo de atividades importantes.

Dormir com o aparelho ao seu lado é outro problema. O ideal é colocar o aparelho distante de você.

Finalize o uso do telefone pelo menos uma hora antes de ir dormir. Isso vai ajudar a reduzir a sua atividade cerebral e você dormirá com mais facilidade.

LEIA TAMBÉM  14 dicas valiosas para manter o foco antes da prova

Frases sobre Vício em Celular

Eu separei algumas frases bem interessantes sobre o uso excessivo do celular.

Pegue um final de semana e guarde seu celular. Vá viver sua vida longe das redes sociais. Converse com alguém que você ama. Vá a algum lugar novo. Viva a Vida Real.

O celular te aproxima das pessoas que estão longe, mas te distancia das que estão sentadas ao seu lado.

A pessoa não percebe que a necessidade de estar conectado é cada vez maior e, para obter o mesmo prazer, ela tem que usar cada vez mais. É como se fosse uma droga.

Se abrires a porta a um pequeno vício, não tardarão a entrar os grandes vícios.

A vida é aquilo que se passa enquanto você olha o celular.

O vício em celular está afastando as pessoas dentro de suas próprias casas.

Seu sonho 😍 é entrar na PRF🚓 então baixe o meu COMO EXCLUSIVO DE INÍCIO RÁPIDO, e comece a estudar da maneira correta para ser aprovado no Concurso da PRF.

  • Cronograma de Estudos: Aprenda a Montar Na Prática
  • Análise do Último Edital: Detalhes do Último Concurso da PRF
  • Edital Verticalizado: Todos Os Assuntos Organizados Em Uma Planilha
  • Kit de Planejamento dos Estudos: Organize A Sua Rotina
  • Grupo VIP no Telegram!

Basta clicar na imagem abaixo.

E aí, gostou desse artigo?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com os seus amigos nas suas redes sociais.

Até a próxima