inimigos da preparação para concursos

A preparação para as provas de concurso é muito intensa e exige muita concentração, já que a matéria cobrada é bastante extensa e muitas vezes complexa.

O problema é que existem vários fatores que podem atrapalhar (e muito) os seus estudos: interrupções, ansiedade, redes sociais, dentre tantas outras coisas.

Pensando em alertar os concurseiros, preparamos esse post com os maiores inimigos da preparação para concursos. Vamos lá!

1. Ansiedade

Um dos maiores inimigos de qualquer estudante vem de dentro: a ansiedade. O sentimento é bastante comum: você começa a sentir uma enorme preocupação ou medo de situações que ainda nem aconteceram (ou que você nem sabe ao certo se irão acontecer).

“Já pensou se eu for mal na prova?”; “E se meus pais se decepcionarem com meu desempenho?”.

Isso tudo gera um quadro em que você começa a sofrer por antecipação e não consegue se concentrar nos estudos e absorver a matéria — afinal, sua cabeça está inquieta pensando em tudo o que pode dar de errado!

Para combater esse problema, é importante manter em mente que a aprovação em um concurso público é um plano de longo prazo.

Por isso, não adianta querer colocar os carros na frente dos bois! É preciso se dedicar ao máximo a cada etapa que antecede a aprovação e pensar sempre no presente.

A famosa frase “mantenha a calma” é clichê por um motivo, certo?

2. Desmotivação

A desmotivação nos estudos pode ser uma das principais razões para o fracasso em concursos.

O concurseiro motivado é mais produtivo e está mais disposto a enfrentar obstáculos do que aqueles que não acreditam em seu potencial.

A motivação é o que nos impulsiona às grandes batalhas e depende de nós termos a vontade e perseverança aonde queremos chegar.

Em nossa rede você encontrará muita gente motivada e decidida a vencer, não deixe de fazer parte da maior rede de concurseiros para se motivar e ajudar outros concurseiros que precisam de ajuda tanto quanto você.

3. Desinteligência emocional

Ter uma capacidade enorme de aprendizagem sem a devida inteligência emocional para equilibrar os sentimentos não ajudará nem mesmo aos mais preparados para um determinado concurso.

O equilíbrio emocional muito diz sobre nossos fracassos e nossas conquistas, aquele que se sente bem com si mesmo, e satisfeito com seu desempenho dentro de suas possibilidades estará um passo a frente daquele que está exigindo cada vez mais de si até esgotar-se emocionalmente.

Por isso conheça seus limites e estude equilibradamente com sua emoção.

4. Enxergar fracasso onde existe aprendizado

Já dizia Thomas Edson que muitos dos fracassos da vida são pessoas que não perceberam o quão perto elas estavam do êxito quando elas desistiram.

Então, não desista caso a conquista não venha no primeiro, segundo, terceiro, ou vigésimo concurso, o sucesso vem para aqueles que não deixaram de tentar, e o maior fracasso de todos é aquele que você desiste sem perseverar.

O concurseiro que chora, desabafa, escreve, canta ou conta para todos suas frustrações, pode não se sentir satisfeito com seus resultados, mas se sentirá mais aliviado, e compartilhando experiências você verá que existem muitos que estão no mesmo barco, mas que muitos continuam tentando com perseverança e muita fé para alcançar.

O maior segredo do sucesso para aqueles que conquistaram é não desistir jamais!

LEIA TAMBÉM  Dicas para estudar à noite sem cair no sono

5. Esperar o edital

Muitos ficam na expectativa da publicação do Edital e acabam não se dedicando devidamente durante o tempo que podem estudar sem a pressão de datas de inscrições e das provas marcadas.

Esperar o edital ser publicado é um erro fatal, pois o tempo perdido não volta atrás, e para uma preparação efetiva você precisa se dedicar previamente para concursos, antes mesmo do edital ser lançado.

Fique atento aos concursos previstos, e estude sempre antecipadamente com base em editais passados para você saber o caminho pelo qual deve seguir e ir com segurança aonde deseja chegar.

6. Falta de planejamento e estratégia

Em um jogo de futebol, qualquer time que se preze elaborará uma boa estratégia de ação para ter mais chances de alcançar a vitória. Conhecer o time adversário, seu modo preferido de agir e seus pontos fracos é essencial para traçar uma meta de ação eficaz.

É claro que um time que não se preparou ainda tem chances de ganhar; contudo, a vitória nesse caso seria por pura sorte.

O mesmo raciocínio também pode ser aplicado aos concursos públicos: uma pessoa que não elaborou uma estratégia de estudos até pode ser aprovada, mas suas chances serão bem menores nesse caso.

Ou seja, estudar sem planejamento, sem horários estabelecidos para cada disciplina ou sem a organização das atividades do dia, pode ser uma das cruéis razões para o fracasso em concursos.

Se você quer aumentar a probabilidade de uma aprovação, é indispensável elaborar um bom planejamento.

Você pode começar identificando quanto tempo livre tem para os estudos durante o dia. Para isso, anote em um papel todas as suas atividades diárias e veja quais horários sobram para os estudos.

Depois, leia o edital e confira quais matérias são cobradas na sua prova de escolha e as divida pelos seus horários de estudo — lembre-se de separar mais tempo para aquelas cujas questões têm mais peso!

Não se esqueça de incluir um tempo para resolver exercícios da banca examinadora. Conhecendo os assuntos mais cobrados nas provas, você pode dar mais ênfase a eles e evitar más surpresas no futuro.

Depois de montada a sua estratégia, basta ter a disciplina para seguí-la à risca. Nada de enrolar, ok? Você vai ver que o sucesso é garantido!

7. Não completar o conteúdo programático

Todo concurso vai ter uma disciplina que você vai pensar que não precisa de tanta atenção quanto outras, isso é fato, mas muitos não somente pensam isso como acabam não se dedicando nem um pouco a algumas disciplinas como português, matemática, informática etc.

Se você tem uma grande facilidade nessas disciplinas não as subestime por achá-las fáceis, muitas vezes serão elas que decidirão entre o candidato aprovado e o não aprovado em um concurso, e para isso basta apenas uma simples questão.

Se dedique a todas as disciplinas sem exceção.

8. Armadilhas da internet

inimigos da preparação para concursos - Armadilhas da Internet

Hoje em dia, vivemos em um mundo totalmente conectado. Por um lado, isso pode facilitar as nossas vidas em muitos aspectos; por outro lado, contudo, pode atrapalhar e muito!

Um dos aspectos mais prejudicados pela internet é justamente o dos estudos: afinal, quem nunca largou os livros “rapidinho” para checar o Facebook ou para responder aquela mensagem no Whatsapp e se viu perdendo uma boa meia hora (quando não mais) online?

LEIA TAMBÉM  Mapa Mental: A Melhor Ferramenta de Estudo

A verdade é que a internet pode ser uma ótima ferramenta de estudos, já que é possível obter material de leitura e outras informações úteis se for utilizada com disciplina.

O que os estudantes devem evitar são as suas armadilhas, que sugam sua atenção e concentração sem que você perceba! Mas que armadilhas são essas?

Redes sociais, chats, jogos e quaisquer outras distrações que a internet oferece e que sejam capazes de tirar seu foco dos estudos.

Para evitar problemas, quando for estudar, deslogue das redes sociais e desligue as notificações do celular — isso evita que você fique vulnerável a esses tipos de estímulo.

Hora de estudar é hora de estudar e toda a sua atenção deve estar voltada a isso para não prejudicar a sua concentração e a fixação da matéria!

9. Interrupções

Quem nunca planejou estudar o dia todo, mas teve seus planos atrapalhados pelos pais que queriam ajuda com alguma tarefa de casa? Quem nunca teve dificuldades de focar nos livros em um lugar muito barulhento?

Assim como as armadilhas da internet, qualquer tipo de interrupção na hora dos estudos é capaz de tirar sua concentração e fazer com que seu planejamento vá por água abaixo.

Para evitar esse tipo de problema, primeiramente, é importante ter uma conversa com as pessoas que moram com você.

Lembra do conselho que demos ali em cima que dizia que “hora de estudar é hora de estudar”? Não é só você que precisa ter isso em mente, mas também as pessoas da sua casa!

Elas têm que entender que seus estudos são uma grande responsabilidade e seu horário tem que ser respeitado, de modo que interrupções bobas para pedir favores devem ser evitadas dentro daquele período.

O problema é que nem sempre esse tipo de conversa funciona, e às vezes é o caso de procurar outro lugar para estudar.

Uma biblioteca é ideal, por ser silenciosa e as chances de alguém te interromper serem quase nulas. Se não tiver nenhuma perto de você, a casa de um amigo que também esta estudando para concurso pode servir — vocês podem até incentivar um ao outro quando bater uma preguiça!

10. Indecisão

Se você é daqueles que não sabe em qual concurso focar, então antes você precisa se informar sobre cada órgão, sobre cada cargo e sobre as especificações das atividades e dos conteúdos programáticos de cada um para que possa se direcionar para uma área específica.

Pois o foco em concursos é de extrema importância, tanto para você saber em qual terreno está pisando quanto para se sentir seguro a cada prova que realiza.

Resolva simulados e questões de diferentes áreas, escolher concursos que exigem as áreas que você mais gosta e tem mais facilidade é uma grande vantagem diante das incertezas.

11. Procrastinação

Você sabia que a mania de deixar tudo pra depois faz parte da própria natureza humana? Um estudo realizado pela Universidade do Colorado, em Boulder, Estados Unidos, concluiu que o hábito de procrastinar pode ter a influência da genética.

Para o homem das cavernas, cuidar de necessidades imediatas de sobrevivência (fome, sede) sempre foi mais importante do que fazer planos de longo prazo.

LEIA TAMBÉM  12 termos muito usados em Concursos - Clique e entenda!

Isso fez com que desenvolvessemos o instinto natural de reagir a estímulos imediatos, modificando o foco da nossa atenção. E é daí que surge a mania de procrastinar: qualquer coisa urgente se torna mais importante do que o nosso plano de longo prazo.

O problema é que, para os concurseiros, adiar os estudos não ajuda em nada. Como se trata de uma ação irracional, quem sofre desse problema acaba se sentindo estressado, com uma baixa autoestima por não conseguir cumprir o que planejou com antecedência.

Lutar contra isso é uma tarefa difícil, mas algumas dicas ajudam bastante. Você pode, por exemplo, quebrar o conteúdo de estudo daquele dia em pequenos blocos.

Dessa maneira, você não sente preguiça ao imaginar a quantidade de coisas que você tem que ler durante o dia, e ainda terá a sensação de dever cumprido a cada bloco finalizado.

Estabelecer deadlines (ou prazos finais) também é uma ótima maneira de evitar a procrastinação. Defina prazos curtos para atingir um determinado ponto nos seus estudos e dê o máximo de si para cumprí-los!

12. Deixar de cuidar da mente e do corpo

Muitos concurseiros acreditam que o segredo do sucesso é encarar longas maratonas de estudo, ou abdicar da vida social e de tudo o mais que seja uma “perda de tempo de estudo”. A verdade é que tudo isso mais atrapalha a sua preparação do que ajuda!

O seu corpo e a sua mente também precisam de cuidados para que funcionem bem na hora de absorver o conhecimento, então não adianta querer forçar os limites e deixar a sua saúde de lado.

Em primeiro lugar, é importante lembrar que ler durante horas e horas a fio não faz com que você aprenda mais — na verdade, faz com que você perca seu tempo lendo à toa.

O seu cérebro possui um limite de concentração, e todo o conteúdo estudado depois que esse limite foi ultrapassado não é absorvido. Saiba reconhecer os sinais de que é hora de fazer uma pausa na leitura e descanse por 10 minutos antes de voltar pro batente.

Além disso, é importante separar um tempo para fazer atividades físicas. Ao contrário do que muitos estudantes pensam, ela não é uma perda do seu precioso tempo de estudo!

Na realidade, fazer exercícios melhora não só a sua saúde, mas também a concentração e a memória.

Abdicar da vida social também atrapalha sua preparação por criar um clima de pressão e muito estresse. É claro que isso não significa que você tem que ir a todas as reuniões da galera, mas é importante ter um tempo para ver a família e os amigos, já que isso ajuda a descansar a mente e te prepara para o próximo round de estudos!

Agora que você já sabe exatamente quais são os inimigos da sua preparação e como evitá-los, você vai ver como os seus estudos vão fluir mais facilmente. A aprovação vai ser uma mera questão de tempo!

Se você quer melhorar ainda mais o seu desempenho, aproveite para ler também esse post sobre como a sua forma de pensar pode influenciar seu sucesso nos concursos!

Forte abraço,

Pablo Amorim

Seu sonho 😍 é entrar na PRF🚓 então baixe o meu COMO EXCLUSIVO DE INÍCIO RÁPIDO, e comece a estudar da maneira correta para ser aprovado no Concurso da PRF.

  • Cronograma de Estudos: Aprenda a Montar Na Prática
  • Análise do Último Edital: Detalhes do Último Concurso da PRF
  • Edital Verticalizado: Todos Os Assuntos Organizados Em Uma Planilha
  • Kit de Planejamento dos Estudos: Organize A Sua Rotina
  • Grupo VIP no Telegram!

Basta clicar na imagem abaixo.

E aí, gostou desse artigo?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com os seus amigos nas suas redes sociais.

Até a próxima