quebrando-as-bancas-no-concurso-da-prf

Carta aberta às pessoas que querem passar no Concurso da PRF, mas não sabem por onde começar a estudar.

Caro leitor,

Você sente que tem que começar a estudar com certa urgência para o Concurso da PRF.

Mas, na verdade você morre de medo. 

Sente medo por ser um iniciante nos estudos ou, até mesmo já estude a algum tempo, mas pelo fato de não saber estudar, acaba se sentindo incapaz, frustrado e até mesmo culpado.

Na verdade, você sabe que falta alguma coisa.

Você passa muito tempo buscando em sites de concursos, segue gurus nas redes sociais, participa de grupos de estudo, assistindo vídeos no Youtube…

Mas, lá no fundo, mesmo que você não queira admitir, você sabe que está longe de achar a resposta.

Eu não sei o quanto isso te faz mal.

Toda essa sensação de impotência e de ansiedade martelando na sua cabeça e amargurando o seu coração.

Mas hoje, eu não quero que você sinta culpa.

Mesmo que você pense que essa situação em que você se encontra seja sua culpa.

Hoje eu quero te trazer uma oportunidade: Simples, direta e eficiente. Capaz de fazer você mudar o rumo da sua vida.

Capaz de fazer você estudar da maneira correta para realizar o seu sonho de passar no Concurso da Polícia Rodoviária Federal.

E mesmo que você ache que tudo isso parece bom demais para ser verdade, ou não acredite em mim agora, eu só peço um voto de confiança.

Só peço para que você leia essa carta até o final.

Então, se você achar que tudo o que eu falei aqui não faz sentido, você pode fechar esse site e nunca mais voltar.

Eu tenho total convicção que não será mais o mesmo quando nós terminarmos aqui.

Tenho certeza de que você terá totais condições de sair daqui quebrando as bancas no Concurso da PRF.

Afinal esse o material mais completo que você vai encontrar com este objetivo!

Quebrando As Bancas Concurso PRF

Hoje em dia, existem mais salas lotadas de estudantes interessados nos Concursos PRF do que em qualquer outra época da história.

A Grande maioria das pessoas que hoje trabalham no Departamento de Polícia Rodoviária Federal passaram por esta situação de passar dias e mais dias em uma sala de cursinho.

Mas, um dia, todos esses Policiais Rodoviários Federais vão se aposentar.

Aliás, todos os dias têm alguém se aposentando.

E quem irá tomar o lugar deles?

Quem serão os novos Patrulheiros da saudosa Polícia Rodoviária, hoje mais conhecida como PRF?

A resposta está em você, caro leitor, querida leitora.

Mas, para isso, você precisa superar tudo.

Supere a preguiça, supere a procrastinação, supere o desânimo, supere a falta de disciplina, supere a falta de tempo, supere a falta de apoio da família, supere a falta de dinheiro, supere o medo, supere a sensação de impotência.

Supere a si próprio e todos os seus medos, frustrações e limitações.

Esse é o grande segredo para se tornar um monstro, capaz de chegar na hora da prova quebrando as bancas, quebrando o cansaço, quebrando os concorrentes.

Enfim, quebrando tudo.

Olho Na Vaga PRF

Levantamentos internos realizados pela própria Polícia Rodoviária Federal, apontam que a PRF possui um grande déficit de Policiais, valor estimado em torno de 3 mil profissionais, aproximadamente.

Esses números existem em decorrência de mais de 2 mil aposentadorias ocorridas em 2018. 

Essas vagas deixam uma lacuna que precisa ser preenchida com urgência, afinal a PRF tem passado por uma grande revolução nas suas atribuições.

De acordo com informações do Próprio Departamento de Polícia Rodoviária Federal, a corporação planeja habilitar, nos próximos anos, 4.360 policiais paras suprir as vagas para Policial Rodoviário Federal existentes e as que irão ficar em aberto durante os próximos anos.

Sim, essa é a oportunidade de uma vida.

Essa é a sua chance de ser aprovado no Concurso da PRF e ingressar no órgão.

É hora de ficar de olho na sua vaga na PRF.

Quebrando As Bancas PRF

O Termo Quebrando as Bancas do Concurso surgiu da necessidade dos candidatos conhecerem o perfil das Bancas Organizadoras de concursos públicos:

Entender como os examinadores das bancas pensam é um desafio grande e ousado, mas, ao mesmo tempo, é muito esclarecedor.

Esse trabalho é feito diariamente, enquanto você resolve exercícios e questões que tenham sido elaboradas pela Banca Organizadora.

Essa atividade diária de resolver muitas questões todos os dias te permite entender como as principais bancas organizadoras de certames de Concurso Funcionam.

Observe o conteúdo cobrado e como é a sua abordagem nas mais diversas e variadas maneiras, desde as matérias de conhecimentos básicos até os conteúdos mais específicos das principais disciplinas cobradas.

Por exemplo: língua portuguesa, direito administrativo, direito constitucional, legislação de trânsito (CTB), informática e tantas outras!

É importante destacar que cada banca tem um estilo próprio de elaborar as questões e cobrar o conteúdo.

Outro ponto de destaque é o tipo de prova aplicada pelas bancas.

Veja abaixo a relação completa:

LEIA TAMBÉM  Edital Verticalizado PRF 2021

Certo x Errado: Esse tipo de prova, geralmente, é usado pelas Bancas mais tradicionais, entre elas o temido CESPE/CEBRASPE, banca que organiza o concurso da PRF normalmente e que será abordada no capítulo a seguir.

Portanto, é só continuar a sua leitura normalmente.

Múltipla Escolha: Podemos destacar aqui a IADES, VUNESP, FCC, IBFC, FGV e outras. Tais bancas também alternam as questões com assertivas do tipo múltipla escolha.

Por que Quebrando as Bancas PRF?

Fazer uma análise detalhada do estilo da banca vai um pouco além de somente resolver questões.

O propósito dessa etapa é conseguir identificar o que podemos chamar de “assuntos preferidos”, dos examinadores da banca.

Por isso é importante que você registre os assuntos que a banca mais cobra.

Certa vez, ouvi de um grande Professor que tive na minha época de concurseiro:

“Em Concursos, Nada Se Cria. Tudo Se Copia da Segunda Via! As Questões Se Repetem.”

Com o tempo, e conforme for resolvendo muitas questões da Banca Organizadora que organizar o Concurso da PRF, você vai perceber que os assuntos tendem a se repetir e a serem cobrados de maneira muito próxima.

E não se assuste, pois existem ocasiões em que essas repetições ocorrem de forma um tanto “descarada”.

Por isso é importante desenvolver esse “timing”, essa é a primeira maneira de ir Quebrando As Bancas No Concurso da PRF.

Quebrando As Bancas: Pegadinhas

Além de resolver muitas questões e realizar uma análise profunda para entender o estilo da Banca Organizadora do Concurso PRF, ou seja, aprender quais conteúdos ela mais costuma cobrar e a forma como esses conteúdos são cobrados, existe uma outra análise a ser feita.

A outra forma de Quebrar As Bancas Organizadoras é através do entendimento das malícias e das pegadinhas que elas utilizam.

Geralmente, o segredo está na forma das frases e expressões utilizadas na construção das questões e no uso das palavras com duplo significado e que não tem uso comum em nossa rotina.

Isso acontece com o único objetivo de confundir os candidatos.

Portanto fique atento na hora de resolver as questões

Quebrando a Banca CESPE

O CESPE (ou CEBRASPE), como você já deve saber a essa altura, costuma cobrar, na maior parte das suas provas, o estilo Certo ou Errado.

Geralmente, nesse estilo de prova, temos a característica principal de um erro anular uma questão certa.

Portanto, o chute é uma péssima estratégia, exceto se você tiver alguma convicção na sua avaliação da questão.

Entretanto, em algumas oportunidades, o CESPE já lançou editais com a regra de dois erros anulando uma questão correta.

Então, o certo a se fazer é aguardar o edital ser publicado para tomar ciência da regra do seu concurso. 

O que não impede de você começar a estudar com antecedência.

A minha maior orientação é sempre ler o edital com toda atenção, até mais de uma vez, se preciso for, prestando total atenção ao critério de correção da prova.

O grande segredo para chegar na prova Quebrando A Banca CESPE é ser estratégico. 

O que você vai aprender a partir de agora é uma série de informações muito restritas, mas que vão aumentar consideravelmente o seu desempenho nas provas elaboradas pelo CESPE para o Concurso da PRF.

As informações a seguir, servem exclusivamente para resolver provas e simulados no estilo CERTO ou ERRADO.

Sim, você precisa resolver simulados como Estratégia para a PRF.

O primeiro grande cuidado que você deve tomar é ser estratégico.

Trace sua estratégia de prova usando os requisitos que vou te passar a partir de agora.

1- Garantindo o Fácil

Quando começar a resolver as questões, você rapidamente vai perceber naturalmente que algumas questões serão resolvidas com mais facilidade, enquanto outras serão mais complexas, que levarão mais tempo para serem resolvidas, se é que você conseguirá resolvê-las.

Entenda que essas questões mais difíceis estão ali de propósito, para derrubar os candidatos desavisados e que não tem esse conhecimento.

Infelizmente, muitos candidatos bem preparados também caem nessa armadilha, pois não admitem ter o “EGO” ferido por não resolver uma simples questão.

Nessas situações, a situação é bem simples, marque essa questão como pendente e passe para a próxima.

Se a próxima questão for fácil e de rápida resolução, assinale a sua resposta e continue resolvendo a prova.

Faça isso até o final da prova. Questão fácil resolvida, questão difícil pula.

Essa estratégia te permite garantir os pontos fáceis, através de questões que você consegue resolver com facilidade.

Lembre-se: Os aprovados no Concurso não são os candidatos mais inteligentes, ou aqueles que mais dominam as matérias, mas, sim, aqueles que fazem mais pontos na prova.

2- Cálculos Complexos: Deixe para o final

Tudo leva a crer que o próximo Concurso da Polícia Rodoviária Federal cobrará as disciplinas de Raciocínio Lógico Matemático, RLM, e Física.

Disciplinas da área de Ciências Exatas e que envolvem cálculos.

Minha recomendação nos casos de questões que envolvam questões de cálculos complexos e trabalhos é simples: Siga o passo anterior.

Exatamente: Pule essas questões.

E vou mais além, deixe-as para o final. Se sobrar tempo, resolva, senão, deixe em branco.

LEIA TAMBÉM  10 Razões Para Escolher A PRF - Razão nº 2

Se, ainda assim, você insistir em resolver essas questões, mesmo com recomendação contrária, saiba que você corre sério risco de não perder várias questões mais fáceis e simples por ter perdido tempo tentando resolver essas questões complexas.

Não se sinta ofendido com o que vou dizer agora, mas trata-se de uma parábola que, certa vez, ouvi de um mentor:
“Você pode levar o burro até o rio, mas não pode forçá-lo a beber água!”

3- Nem Tudo é o Que Parece

Existe uma máxima em concursos do Tipo Certo ou Errado que diz o seguinte: CUIDADO COM AS FALSAS DÚVIDAS.

Vamos analisar com calma essa recomendação. Afinal, o meu objetivo aqui não é só jogar teorias em cima de você.

Todas as estratégias que eu apresentar são baseadas em experiências práticas.

O grande objetivo é das Bancas é “Quebrar os Candidatos”. O que é até aceitável, afinal trata-se de uma seleção de candidatos. 

A maioria dos candidatos precisa ser reprovada.

Não existem vagas para todos.

Já eu, que adoro enfrentar o sistema, quero o efeito contrário, ou seja, quero que os meus alunos, mentorados, ou qualquer um que tenha acesso a qualquer um dos meus materiais, cursos ou treinamentos, chegue na prova “Quebrando as Bancas”.

Mas isso depende mais de você do que de mim. 

A mim, cabe apenas ser um agente facilitador no seu processo de aprovação para ingressar na PRF.

Na hora de marcar uma questão seja estratégico.

Se você tiver total convicção da sua resposta, não exite em marcá-la. Isso é fato.

Porém, nós teremos casos em que você vai “balançar” na hora de assinalar a resposta, seja ela Certo ou Errado.

Muitas vezes, essas dúvidas são fruto direto do seu nervosismo na hora da prova. 

O que é muito normal e aceitável, afinal não somos máquinas e temos sentimentos. E é um momento de decisão da sua vida.

Quando você se deparar com essa situação, faça a seguinte reflexão: “Eu realmente não sei a resposta ou é um momento de insegurança?”

A solução?

Como sempre, como sempre, é muito simples:

Se for realmente insegurança: responda de acordo com as suas convicções.

Se não souber: Deixe em branco.

4- Chute com elegância

Em primeiro lugar entenda: Você precisa do maior número possível de pontos para ser aprovado no Concurso da Polícia Rodoviária Federal.

Portanto, chutar é sim uma opção. Mesmo soando como um contra senso.

Antes de me xingar, deixe explicar o meu ponto de vista.

Vamos analisar dois fatos:

1- Você vai perceber que, quando chegar ao final da prova, provavelmente terá deixado várias questões em branco. Principalmente se tiver aplicado as estratégias que vimos até aqui.

2- Você certamente vai errar algumas questões.

Primeiro, entenda de uma vez que você precisa aceitar o fato de que vai perder algumas questões que tinha total convicção na hora de marcar a sua resposta.

Estamos falando de CESPE (CEBRASPE) meu querido leitor, o terror dos concurseiros.

Errar questões nessa prova é absolutamente normal.

Alguns levantamos feitos demonstram que o primeiro colocado nos Concursos organizados pelo CESPE, com prova do tipo Certo ou Errado, geralmente tem um índice de acertos de 80% da prova.

Por isso mesmo, você precisa se arriscar um pouco, mas correr o risco de ganhar algumas questões a mais e compensar essa perda.

Mas como chutar nas provas do CESPE?

Apenas assinalando aquela resposta que você entende como correta.

Considere o seguinte:

Alguns professores partem da premissa de que existe um equilíbrio entre o gabarito das provas, ou seja, 50% certa e 50% errada.

Esse estudo é mais conhecido como teoria do balanceamento.

Eles, inclusive, sugerem que se deve chutar de forma que o gabarito tenha esse perfil. 

Você precisa tomar muito cuidado antes de seguir essa estratégia cegamente, pois uma interpretação errada do estudo pode te induzir ao erro.

Entenda que, se você tiver muitas questões não resolvidas para tentar a sorte no chute, e resolva usar a teoria do balanceamento para finalizar a marcação das questões, não há nenhuma garantia de que você está marcando a resposta correta.

Analise comigo o seguinte caso hipotético:

Vamos supor uma prova de 120 questões, onde você tenha respondido 100 questões e tenham sobrado 20 questões para que você assinale uma resposta Certo ou Errado.

Pois bem, se dessas 120 questões, você tiver marcado 60 questões como certas e somente 40 como erradas, ficaria muito fácil concluir que você deveria marcar todas como errada, de acordo com a teoria do balanceamento.

Porém, ainda assim, você não teria como garantir que acertou todas as questões que havia marcado anteriormente e poderia perder pontos preciosos chutando de maneira aleatória.

A minha recomendação, mais uma vez é muito simples: Seja sincero nas suas respostas.

Existe uma grande diferença entre não saber nada sobre o assunto em questão e ter uma noção, mesmo não sabendo a resposta.

LEIA TAMBÉM  Como Passar No Concurso da PRF Estudando Em Casa

Nos casos em que você não tenha noção nenhuma do teor do assunto, talvez a teoria do balanceamento entre questões certas e erradas possa até fazer algum sentido.

Porém, eu quero acreditar que você estudou como deveria. E não chegou até essa carta buscando uma solução mágica.

E, se esse for o seu caso, eu sinto muito!

Porém eu preciso ser sincero em dizer que você perdeu seu tempo lendo tudo isso que eu falei até agora. E o material está longe de terminar.

O cenário ideal é que você chegue no dia da prova muito bem preparado, como eu disse, quebrando as bancas, quebrando a prova, quebrando tudo!

Assim, por menor que seja, você terá alguma noção do assunto cobrado na questão em que você precisa marcar uma resposta. 

Mesmo sem saber a resposta correta, você terá que confiar no seu instinto e marcar Certo ou Errado de acordo com a sua convicção mais firme, ou seja, “chutando a resposta”.

Concluindo, a única lição que qualquer estudo estatístico pode nos dizer sobre chute nas provas do CESPE/CEBRASPE, nos estilo Certo ou Errado, é a de que devemos responder todas as questões.

Ou, caso lhe falte coragem, o máximo possível.

5- O CESPE E Suas Pegadinhas.

Querido leitor, eu sei que a essa altura, você já deve estar cansado de tanto ler.

E, sinceramente, eu te entendo.

Mas ter chegado até este ponto não é suficiente.

Você precisa ir além, ser persistente e chegar ao final desta carta. Eu garanto que a viagem será muito recompensadora.

Eu e você sabemos que para passar no Concurso da PRF, Quebrando a Banca CESPE e todos os seus concorrentes, é preciso estudar muito.

Aqui é onde entram todas as técnicas de estudo, método de aprendizagem acelerada e alta performance nos estudos, livros, apostilas e videoaulas.

Mas “só” isso não é o mais importante.

Entenda que tão importante quanto dominar todo o conteúdo com a determinação de um titã é só um lado da moeda. 

Lembra de quando eu falei que o aprovado no concurso não o que sabe mais? Nem o mais inteligente?

O aprovado é aquele que acerta o maior número de questões na prova. Ou melhor, aquele que marca mais pontos.

O segundo nível de habilidade que você precisa adquirir é o de resolver questões de prova.

Por isso eu reservei um tópico inteiro para as famosas pegadinhas do CESPE.

Quebrando as Bancas: Pegadinhas do CESPE

Na aplicação das provas, o CESPE/CEBRASPE apela muito para questões com pegadinha.

Pegadinhas são recursos utilizados pelo examinador para avaliar o candidato além do seu conhecimento teórico.

O objetivo por trás do uso das pegadinhas é de induzir você ao erro, fazendo com que você monte uma linha de raciocínio equivocada.

A Banca usa esse artifício para explorar algumas fragilidades como distração, ansiedade e falta de entendimento do contexto da questão.

Lembre-se: O Objetivo da banca é reprovar a maioria dos candidatos.

Pegadinhas vão além do uso de palavras ou expressões que são muito absolutas.

Como exemplo, podemos destacar: ”completamente, sempre, nunca, não, sempre, todos, nenhum”.

Tenha atenção total  com todas essas palavras.

Motivacional PRF

quebrando-as-bancas-no-concurso-da-prf-motivacional

Em nossas vidas, nós passamos por várias fases.

São bons momentos e outros não tão bons assim.

Tem dias que, por mais que nos esforcemos, nada parece acontecer do jeito que deveria ser.

Por isso esta carta tem um capítulo chamado de Motivacional PRF.

Para que, nesses momentos, em que o desânimo e a tristeza insistem em rondar nossos pensamentos, você consiga encontrar forças para se reerguer todos os dias.

Saiba que enxergar a vida com positividade ajuda a conquistar mais e melhores resultados.

Nossas ações são determinadas pelo nosso estado emocional.

Então, se você é uma pessoa que insiste em ficar se lamentando quando as coisas não caminham como você gostaria, a tendência é que você seja esteja sem forças para reagir.

A verdade é que você deve criar a capacidade de identificar um momento ruim. E não considerar a vida ruim.

A Motivação vem da clareza de objetivos.

Portanto, você deve encontrar a sua razão para se esforça tanto para conseguir passar no Concurso da PRF.

Eu sei, a vida não é só pensamentos felizes. 

Mas, todo momento passa, seja ele bom ou ruim. Assim como as nossas vidas também vão passar.

A escolha por uma vida melhor está em suas mãos.

Então, quando pensar em se lamentar e em desistir de tudo, pense em como melhorar aquele aspecto da sua vida que não está bom.

Foque na solução do problema e trabalhe sempre em cima disso!

Ação massiva e determinada.

Conclusão – Quebrando As Bancas No Concurso da PRF

Esse foi um dos artigos mais extensos que já produzi.

Por outro lado, é o material mais completo que aborda os assuntos gerais do Concurso da PRF.

Você tem a sua disposição um acervo fortíssimo para chegar no dia da prova Quebrando as Bancas No Concurso da PRF.

Seu sonho 😍 é entrar na PRF🚓 então baixe o meu COMO EXCLUSIVO DE INÍCIO RÁPIDO, e comece a estudar da maneira correta para ser aprovado no Concurso da PRF.

  • Cronograma de Estudos: Aprenda a Montar Na Prática
  • Análise do Último Edital: Detalhes do Último Concurso da PRF
  • Edital Verticalizado: Todos Os Assuntos Organizados Em Uma Planilha
  • Kit de Planejamento dos Estudos: Organize A Sua Rotina
  • Grupo VIP no Telegram!

Basta clicar na imagem abaixo.

E aí, gostou desse artigo?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com os seus amigos nas suas redes sociais.

Até a próxima